| |


700 Anos da Morte de Dante Alighieri
07-12-2021
A Fundação Rui Cunha e o IPM-Instituto Politécnico de Macau realizarão no próximo dia 07 de Dezembro, pelas 18h30, na sede da Fundação Rui Cunha, a primeira das três conferências do ciclo Visões, Imagens e Memórias na Arte e na Literatura, organizadas e apresentadas pela Professora Sara Augusto, Professora Adjunta Convidada no Instituto Politécnico de Macau.

Para esta primeira sessão, teremos como tema os 700 anos da morte de Dante Alighieri.
Sonho dantesco e visão dantesca são expressões que se tornaram sinónimas de visão infernal numa linguagem culta e informada, mas cuja explicação implica uma abordagem mais ampla, que vai da literatura à arte, atravessando séculos de expressão poética e artística.

Atendendo à forma como as artes se concertam e dialogam, esta apresentação pretende recolher, apontar e conjugar representações, estabelecendo fios cronológicos, temáticos e formais, ou seja, desenhar um caminho que se pretende curioso e motivador.
Tendo, igualmente, em conta a fonte bíblica, as narrativas medievais ensaiam descrições do Inferno, repetidas nos séculos seguintes em textos literários com diferentes codificações.
Dante Alighieri, contudo, é apontado como o grande responsável das visões do Paraíso, do Purgatório e do Inferno que nos chegaram.
Desta vez, falaremos do Inferno.

Sara Augusto, é Professora Adjunta Convidada no Instituto Politécnico de Macau desde 2016. Doutorada em Literatura Portuguesa pela Universidade Católica Portuguesa, trabalhou como professora auxiliar na mesma universidade (1991-2009) e na Universidade de Coimbra (2009-2014), onde cumpriu também funções de Investigadora, afecta ao Centro de Literatura Portuguesa. Tem abundante produção científica publicada nas suas áreas de investigação. Última obra publicada: Alegoria, ensaios, 2021.

Não perca, pois, a oportunidade de assistir e participar nesta belíssima sessão de literatura e arte.
A entrada é livre, mas sujeita às recomendações de saúde implementadas pelas autoridades locais.

Conferência realizada em língua portuguesa.
Contamos com a presença de todos.
Por Macau mais e Melhor.


MB.tv Debats
24-11-2021
The digital currency revolution is in the pipeline. China is moving forward with the Digital Currency Electronic Payment (DCEP) and Macau plans reforms to the local financial system legal framework to embrace digital currency. As Macau News Agency (MNA) celebrates its 4th anniversary, Macau Business/MNA and Rui Cunha Foundation bring together in partnership with Observatório da China a panel of experts to discuss the impact of this transformational process.
A Fundação Rui Cunha e a MBtv Debates realizarão, no próximo dia 24 de Novembro, pelas 18h30 horas, uma conferência intitulada Digital Currency and the Future of Money Inserida no ciclo Business Series da MBtv.

A revolução da moeda digital está a em preparação. A China está a avançar com o Pagamento Electrónico de Moeda Digital (DCEP) e Macau planeia reformas no quadro legal do sistema financeiro local para abraçar a moeda digital.
Enquanto a Macau News Agency (MNA) celebra o seu 4º aniversário, a Macau Business/MNA e a Fundação Rui Cunha reúnem em parceria com o Observatório da China um painel de peritos para discutir o impacto deste processo de transformação.

No auditório da Fundação Rui Cunha, teremos os oradores: Jean Chen, Dean Faculty of Business Administration and Chair Professor in Accounting and Finance, University of Macau, Daniel de Senna Fernandes, Consultor Riquito Advogados e Daniel Farinha, docente, Universidade de São José; de Hong Kong, via zoom, contaremos com a participação de Oriol Caudevilla, vice-presidente da CBDC e Grupo de trabalho de inclusão financeira no Global Impact Fintech Forum (GIFT).

A sessão será moderada por Nelson Moura e José Carlos Matias
Digital Currency and the future of Money é o que a MBtv se propõe debater, quarta-feira, 24 de Novembro, pelas 18h30 horas, no auditório da Fundação Rui Cunha, numa parceria entre a Fundação Rui Cunha, a Macau News Agency, Macau Business e Observatório da China.
Esta conferência será transmitida em directo na página da FRC no Facebook, e na página da MBtv no Facebook.

A sessão será realizada em língua inglesa.

Caso não consiga assistir ao vivo e pretenda participar na parte de perguntas e respostas, por favor registe-se no zoom webinar, através do Link para inscrição na plataforma zoom:
https://zoom.us/webinar/register/WN_vs3C7oGGRMSG2Qnxg9RS6g

A Entrada é livre
Contamos consigo!
Por Macau, mais e melhor!


Macau no Cinema
23-11-2021
A Fundação Rui Cunha apresenta, na próxima terça-feira, dia 23 de Novembro, às 18h30, mais um filme da série Macau no Cinema.

Para esta sessão, escolhemos o conhecido e premiado A última vez que vi Macau, um filme português, de 2012, realizado por João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata e integralmente gravado em Macau.

(Guerra da Mata): “Trinta anos depois vou a caminho de Macau onde nunca mais voltei desde a minha infância.
Há pouco mais de uma semana recebi um e-mail em Lisboa de uma amiga de quem não tinha notícias há muito tempo.
Sabia que a Candy tinha partido para o Oriente, atraída pelo exotismo ou por uma vida mais fácil, não sei... O certo é que lhe tinha perdido o rasto.
Nesse e-mail contava que mais uma vez se tinha envolvido com os homens errados, só que agora as consequências eram muito graves: um grande amigo seu tinha sido assassinado durante um inofensivo jogo de “war games”.
Ela acreditava que podia ser a próxima vítima e eu era a única pessoa em quem ela ainda podia confiar.
Pedia-me para ir a Macau onde se estavam a passar coisas “estranhas e assustadoras”, segundo as suas próprias palavras.
Cansado, depois de muitas horas de voo, aproximo-me de Macau a bordo do jetfoil que me irá fazer regressar no tempo, ao período mais feliz da minha vida”.

A última vez que vi Macau é uma ficção com alguns elementos de documentário que, durante 82 minutos, trata do confronto entre a actualidade e a memória de Macau da década de 70.

A sessão terá lugar na Fundação Rui Cunha, Terça-feira, dia 23 de Novembro, às 18h30.

A Entrada é livre mas sujeita a limitação de lugares.
E
ste filme é falado em português com legendas em inglês.
Proibido a menores de 13 anos (Grupo C).

Contamos com a presença de todos nesta viagem cinematográfica por Macau.


Controlo de Imigração e Autorizações de Permanência - 2021.11.15
15-11-2021
A Fundação Rui Cunha realiza na próxima Segunda-feira, dia 15 de Novembro, às 18h30, nas suas instalações a conferência “Controlo de Imigração e Autorizações de Permanência – Uma abordagem ao novo Regime Jurídico – Lei 16/2021”.
Organizado pelo CRED-DM – Centro de Reflexão, Estudo e Difusão do Direito de Macau da Fundação Rui Cunha, esta conferência terá como oradores os advogados Icilia Berenguel e Rui Velez de Moura ambos do escritório C&C Advogados.
Quase duas décadas depois da entrada em vigor dos dois diplomas que regulam esta matéria, é chegado o tempo de introduzir novas regras, procedendo a um conjunto de alterações e ajustamentos necessários, impostos pelo enorme desenvolvimento social verificado em Macau ao longo destes anos.
Para além da necessária adaptação da lei à realidade actual, a nova Lei 16/2021, a qual entra em vigor no dia da realização desta conferência, tem, ainda, por objectivo resolver todo um conjunto de problemas e dificuldades encontrados nas tarefas diárias dos serviços de migração, incorporando um novo leque de procedimentos com vista ao aperfeiçoamento técnico-jurídico do regime, uma melhor articulação com a restante legislação da RAEM e harmonização da política criminal.
Reforço dos mecanismos e instrumentos de controlo de migração, combate eficaz à imigração ilegal, prevenção da criminalidade, no sentido de prosseguir o objectivo “Macau – centro internacional de turismo e lazer”, com uma maior abertura à movimentação de pessoas, ao mesmo tempo que é garantida a segurança de todos os que aqui vivem e/ou nos visitam, são alguns dos principais pontos a serem abordados pelos nossos dois oradores.
Será esta a Lei necessária para a actual sociedade de Macau? Será o seu conteúdo suficiente para fazer face a todas as necessidades e especificidades do Território?
É isto e muito mais, que Icilia Berenguel e Rui Velez de Moura, procurarão reflectir, esta segunda-feira, dia 15, às 18h30, na Fundação Rui Cunha.
Estão todos convidados a aparecer e a contribuir com as vossas opiniões, dúvidas e reflexões.
A conferência será realizada em língua portuguesa.
A entrada é livre.
Por Macau, Mais e Melhor!


“Fausto Sampaio, o Pintor do Império em Macau” – 2021.11.11
11-11-2021
A Fundação Rui Cunha e a Associação dos Amigos do Livro em Macau apresentam na quinta-feira, dia 11 de Novembro às 18:30, a conferência sobre “Fausto Sampaio, o Pintor do Império em Macau” no âmbito do ciclo “Pauta de Histórias”, conduzida pela historiadora Beatriz Basto da Silva, com a participação especial de Maria Teresa Paulo Sampaio Costa Macedo, filha do conceituado artista português, e do poeta Manuel Alegre.

Beatriz Basto da Silva – via Zoom, desde a cidade de Coimbra, em Portugal –, falar-nos-á da vida e obra do pintor luso, nascido na Anadia a 4 de Abril de 1893, que viria a falecer na mesma data de 1956, depois de uma longa carreira dedicada às artes, com passagem pelas antigas Províncias do Ultramar, incluindo Macau. A sua obra abarca o material da tela e das tintas, o físico da paisagem, da cor, da luz e da anatomia humana, que o seu pincel e espátula transformaram numa mensagem de humanismo e descoberta do espírito divino. A propósito disso, Lo-Po-San disse: «O pincel de Fausto Sampaio tem olhos, cérebro e alma».

Maria Teresa Paulo Sampaio Costa Macedo, conversará também connosco – via Zoom, a partir de Lisboa – e proporcionará ao público a oportunidade de conhecer alguns dos quadros da família, um tesouro escondido e desconhecido de muitos olhos. Aliás, muitas obras de Fausto Sampaio são pertença de colecções particulares que se encontram fora do território da RAEM e seria interessante vir a tê-los numa exposição no Museu de Arte de Macau.

Manuel Alegre, que chegou a conhecer o pintor Fausto Sampaio, dedicou-lhe um texto no seu livro “Arte de Marear”, publicado em 2002, onde o autor reúne crónicas, conferências, comunicações, apresentações de livros e outras memórias suas. Como esta: «Entre os meus dez e quinze anos, passei horas a vê-lo pintar, no atelier de sua casa, na Anadia, algumas vezes na Costa Nova. Ele não gostava de presenças, mas deixava-me estar ali, a maior parte do tempo nem dava por mim». O resto, passe por cá para ouvir…

A entrada é livre, mas sujeita às recomendações de saúde implementadas pelas autoridades locais.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!


Visita de Estudo e Aula Privada dos Alunos da CityU - 2021.11.09
09-11-2021
Visita de Estudo e Aula Privada dos Alunos da CityU:
A Fundação Rui Cunha recebeu uma turma de estudantes da Universidade Cidade de Macau, na manhã do dia 9 de Novembro de 2021, para uma visita de estudo ao abrigo da parceria com o CREDDM – Centro de Reflexão, Estudo e Difusão do Direito de Macau da FRC.
O grupo de 25 alunos do 2º Ano de Bachelor Business Administration (BBA), da City University of Macau, tiveram uma aula privada na Galeria da FRC e visitaram a C&C Advogados, com o Professor Francisco Leandro, da Macao CityU, e o Advogado Nuno Sardinha da Mata, da C&C.


“Lilases” e “Julieta Serei Eu” . Poesia de Sellma Luanny – 2021.10.27
27-10-2021
A Fundação Rui Cunha acolhe na quarta-feira, dia 27 de Outubro às 18:30, a apresentação de dois Livros de Poesia de Sellma Luanny – “Lilases” e “Julieta Serei Eu” –, que vão ser abordados por José Carlos Pereira numa iniciativa co-organizada pela Associação dos Amigos do Livro em Macau.
Sellma Luanny são os prenomes de Sellma Luanny Silva Coimbra Batalha, usados pela escritora na maioria dos seus textos em língua portuguesa. Nascida no Brasil, aos 12 de Outubro de 1958, na cidade de Coromandel, estado de Minas Gerais, formou-se em Medicina e certificou-se na especialidade de Anatomia Patológica, no seu país natal. Reside em Macau desde 1987, onde trabalhou, como médica, durante quase 30 anos.
Escreve poemas, esporadicamente, desde a adolescência.
Há cerca de dez anos vem escrevendo mais assiduamente e, há pouco mais de três, passou a usar, sobretudo, a sua língua materna – o Português –, culminando com a publicação do seu primeiro livro “Poemas Matizados”. Esta obra teve a chancela da editora Livros do Oriente e foi lançada, no dia 8 de Março de 2018, também na Galeria da Fundação Rui Cunha, em Macau.
A autora publicou igualmente online o seu primeiro livro, “Poemas Matizados”, e uma série intitulada “Poemas Inéditos”. Entretanto, vem divulgando nas redes sociais três outras obras: “Tributo A Você, Mãe” (com versão em Inglês); “Estórias Curtas De Cães… E outras”; além da série em Inglês “Potpourri Of Poems”.

Não perca, pois, o regresso de Sellma Luanny à Galeria da FRC!
A entrada é livre, sujeita às recomendações de saúde implementadas pelas autoridades locais.

Por Macau, Mais e Melhor!


Game On: The Gaming Law and the Future of the Industry – 2021.10.21
22-10-2021
The Rui Cunha Foundation presents on Thursday, October 21st at 6:00pm, the webinar conference “Game On: The Gaming Law and the Future of the Industry”, a new session from the FRC/MBtv Debates co-organized with the Macau Business magazine.
The event will be exclusively online, broadcasted on the FRC Facebook page or via Zoom Webinar registration link: https://zoom.us/webinar/register/WN_B1O_SkuPTPGZPMOJzgU08A. If you wish to participate on the Q&A, please make sure you register in advance to attend the debate via Zoom.
The revision of Macau’s gaming law is under consultation, paving the way for adjustments to the city’s core industry. Experts with diverse backgrounds will share their views on the challenges presented to the sector and the economy as a whole, as diversification and regional integration are set to play a key role.
Under the Gaming Series, this debate brings together a panel of professionals to discuss the way forward, with guest speakers Carlos Siu, Associate Professor, Centre for Gaming and Tourism Studies of Macau Polytechnic Institute; Rui Pinto Proença, Partner, MdME Lawyers; Alidad Tash, Managing Director, 2NT8; and José Isaac Duarte, Economist, Macau Business Senior Analyst.
The debate will be moderated by José Carlos Matias, Director of Macau Business, and Nelson Moura, Editor-in-Chief of Macau News Agency. All speeches shall be delivered in English.

Dont miss it!

For Macau, Further and Higher!


Iniciação ao Português – Curso Intensivo Nível 1
09-10-2021
APRESENTAÇÃO DO CURSO

Compreensão oral: Reconhecer palavras e expressões simples de uso corrente, relativas a si próprio, à sua família e aos contextos em que se encontra inserido.
Leitura: Compreender nomes conhecidos, palavras e frases muito simples.
Interacção oral: Comunicar de forma simples; perguntar e responder a perguntas simples sobre assuntos da vida social.
Produção oral: Utilizar expressões e frases simples para descrever locais e pessoas.
Escrita: Escrever mensagens curtas e simples; responder a convites e pedidos; planear actividades para a semana.

FORMADOR
Ana Sofia Silva Alves Nogueira

DESTINATÁRIOS
Todos os interessados

INSCRIÇÕES & INFORMAÇÕES
Email: creddm@ruicunha.org
Centro de Educação da Fundação Rui Cunha
Avenida da Praia Grande 759R/C Macau

NOTA:
PDAC Código de Registo:
2107190247-0
15 Vagas por ordem de inscrição
Inscrições: Fundação Rui Cunha R/C (10h-13:30h – 14h30-19h00)


Going Green: Regional and Global Challenges – 2021.09.30
30-09-2021
The Rui Cunha Foundation presents on Thursday, September 30th at 6:30pm, the webinar conference “Going Green: Regional and Global Challenges”, a new session from the FRC/MBtv Debates co-organized with the Macau Business magazine.
The event will be exclusively online, broadcasted on the FRC Facebook page or via Zoom Webinar registration link: https://zoom.us/webinar/register/WN_MnQk7jlOR7S9uAXarTR4_Q. If you wish to participate on the Q&A, please make sure you register in advance to attend the debate via Zoom.
A recent report from the Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC) sounded the alarm over the effects of human-induced climate change. Tackling these challenges is a shared responsibility. As China aims at key targets for peak emissions and carbon neutrality, Macau is brought into the picture in the context of the Greater Bay Area. With some of the world’s best practices being adopted in the Mainland, what can the city do to catch up and wholly embrace the concept of Ecological Civilization?
Under the Current Affairs Series, this debate brings together a panel of experts to discuss the way forward, with guest speakers Christine Loh, former Under Secretary of the Environment, Hong Kong SAR Government; Benson Lam, Chief Operating Officer of MECOM Power and Construction Limited; David Gonçalves, Dean, Institute of Science and Environment, University of Saint Joseph; and Annie Lao, environmentalist.
The debate will be moderated by José Carlos Matias, Director of Macau Business, and Nelson Moura, Editor-in-Chief of Macau News Agency. All speeches are to be delivered in English.

Note: Only the first 100 registrations will be able to attend the Zoom Webinar, but you can still follow the event on FRC Facebook streaming page.
Dont miss it!

For Macau, Further and Higher!
CONSULTE TODOS OS DESTAQUES
Agenda Jurídica 2021
Site by omsite.com