| |


Iniciação ao Português I - Curso Intensivo
05-03-2024
Português Iniciação I – A1 Básico (QUAREP) - Curso Intensivo

Apresentação do curso: Compreender e usar expressões familiares, quotidianas e frases muito básicas destinadas à satisfação de necessidades específicas.

Reconhecer palavras e expressões simples de uso corrente relativas a si próprio, à sua família e aos contextos em que se encontra inserido.

Compreender nomes conhecidos, palavras e frases muito simples.

Comunicar de forma simples. Perguntar e responder a perguntas simples sobre assuntos da vida social.

Utilizar expressões e frases simples para descrever locais e pessoas.

Escrever mensagens curtas e simples. Responder a convites e pedidos

Planear actividades para a semana

Formador: Sara Duarte

Destinatários: Todos os interessados

Inscrições e Informações: email: creddm@ruicunha.org

Centro de Educação da Fundação Rui Cunha

Avenida da Praia Grande, 759 R/C, Macau.

Nota: 10 vagas por ordem de inscrição

Módulo 1 dos 5 Módulos necessários para completar o nível A 1

Duração: 30 horas

Datas: 5 de Março a 25 de Abril

Dias: Terças e Quintas-feiras

Horas: 18:30 às 20:30

Preço: 2500Mop

Módulo 1 dos 5 Módulos necessários para completar o nível A 1


Lançamento das edições infantis do IIM na Fundação Rui Cunha
29-02-2024
No próximo dia 29 de Fevereiro, quinta-feira, a partir das 18:30 horas, a colecção dos livros ilustrados em chinês e português “Pequenos Exploradores” será apresentada na Fundação Rui Cunha, a partir das 18:30 horas.
As 4 edições, publicadas pelo Instituto Internacional de Macau (IIM), contam com a colaboração da editora infantil Mandarina, da Associação dos Embaixadores do Património de Macau e da Associação dos Jovens Macaenses (AJM), com o patrocínio do Fundo do Desenvolvimento da Cultura.
As edições têm a intenção de criar nos mais novos o interesse pelo património local de Macau, as suas atracções históricas e turísticas, assim como as festividades chinesas e portuguesas mais conhecidas da cidade, entre outras tradições de Macau. Com ilustrações originais de Fernando Chan, os livros encontram-se em versão bilingue (português e chinês), e reúnem textos da autoria da Catarina Mesquita, assim como possuem ainda uma secção de aprendizagem do Patuá, para a identificação de certas palavras do crioulo português de Macau.
Recentemente, o IIM tem efectuado juntamente com a editora infantil Mandarina a divulgação destas edições junto das escolas locais, com a expectativa que, para além da ilustração sobre Macau, possam os mais jovens interagir e conhecer ainda mais Macau com jogos e actividades.
A sessão em bilingue, intitulada “À descoberta de Macau: livros para crianças”, irá ainda focar-se na importância deste tipo de livros, despertando a leitura sobre Macau entre os mais novos e pelos seus encarregados de educação.


A Companhia das Índias Orientais e a Política do Conhecimento
27-02-2024
A Fundação Rui Cunha apresenta amanhã, terça-feira, dia 27 de Fevereiro às 19:00 horas, uma conferência sobre “A Companhia das Índias Orientais e a Política do Conhecimento”, inserida no Ciclo de Palestras Públicas de História e Património, uma parceria regular entre a FRC e USJ – Departamento de História e Património da Universidade de São José, em Macau.

«A Companhia das Índias Orientais é lembrada como a corporação mais poderosa, para não dizer notória, do mundo. Mas para muitos dos seus defensores, entre as décadas de 1770 e 1850 foi também a mais esclarecida do mundo», informa a USJ.

Joshua Ehrlich, Professor Auxiliar de História da Universidade de Macau, será o orador convidado desta palestra, há muito dedicado aos estudos do orientalismo, do conhecimento colonial e da informação com uma nova abordagem: a história das ideias do conhecimento.

«Ele recupera a existência de contactos entre os dirigentes e interlocutores da Companhia das Índias, indianos e europeus, sobre os usos políticos do conhecimento» e «revela que o compromisso com o conhecimento era parte integrante da ideologia da Companhia. Ele demonstra ainda como a Companhia invocou este compromisso em defesa da sua união cada vez mais tensa de poder comercial e político», segundo a USJ.

Não só estes agentes históricos eram «altamente articulados sobre o assunto, mas as suas ideias continuam a repercutir-se no presente. O conhecimento era uma presença constante na política da Companhia – tal como parece estar a tornar-se uma presença constante na política de hoje».

Joshua Ehrlich é um premiado historiador do Conhecimento e do Pensamento Político, com foco na Companhia das Índias Orientais e no Império Britânico no Sul e Sudeste Asiático. Actualmente Professor Auxiliar na Universidade de Macau, obteve o seu Doutoramento e Mestrado pela Universidade de Harvard e o seu Bacharelato pela Universidade de Chicago.

A palestra será apresentada em língua inglesa com duração de 1 hora.

A entrada é livre.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!


500 Anos Luís de Camões
24-02-2024
"Congresso Internacional do Meio Milénio de Camões"
Rede Camões na Ásia & África

Evento realizado em Português
活動將以葡文舉行
Event held in Portuguese.

A Rede Camões na Ásia & África organiza um CONGRESSO INTERNACIONAL comemorativo do nascimento de Luís de Camões, que decorrerá em dois dias:
• 24 de Fevereiro, sábado (sessões presenciais);
• 25 de Fevereiro, domingo (sessões virtuais).
Esta reunião científica conta com um núcleo de especialistas convidados, particularmente os tradutores asiáticos das obras de Luís de Camões.

O evento decorre na Fundação Rui Cunha, Av. da Praia Grande, n.º 749 - r/c, MACAU.
Para mais informações, visite a página com o Programa do Congresso:
https://www.macau.com.pt/programa-do-congresso
Não perca!


Platform Talks
06-02-2024
A Fundação Rui Cunha apresenta, terça-feira, dia 6 de Fevereiro de 2024, às 18:30 horas, a primeira sessão do novo ciclo Plataforma Talks, intitulada "Promoting Macau Via Media Global Networks”, com a participação dos oradores convidados Kevin Ho, Empresário, Político e Investidor nos Media, e João Francisco Pinto, Director de Informação da TDM.

«O Plataforma faz dez anos em Maio. Uma década a pensar, a dizer, a dar espaço a quem sabe o que diz. Vamos comemorar com um ciclo de debates, co-organizados com a Fundação Rui Cunha, que tem o bom hábito de fazer o mesmo», anuncia Paulo Rego, Director-Geral do semanário bilingue.

Este será «o primeiro de pelo menos 9 debates programados para este ano», esclarece. O tema da sessão inicial pretende dar a conhecer a visão e experiência dos convidados especiais, na construção de redes internacionais de Media, que permitam projectar a imagem de Macau no exterior, além da potencial gestão e interacção com outras marcas de comunicação social, que passem pela troca de conteúdos, operações comerciais e, até, projectos de investimento.

«O modelo será sempre o mesmo: dois convidados, um moderador, streaming online e a ambição de promover esta ideia de redes internacionais; sejam elas Media, culturais, universitárias, financeiras, jurídicas... Porque é assim que se constrói a cidade internacional; é assim que valorizamos a cidade aberta; é isso que somos - e queremos ser», justifica o responsável.

A apresentação do debate será em língua inglesa e estará a cargo de Guilherme Rego, Director-Executivo do Jornal Plataforma, que é a entidade promotora e co-organizadora do projecto.

A entrada é livre.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!


Lançamento das Obras: Analectos e Mêncio
29-01-2024
Editora Livros do Meio

Lançamento dos Livros:
- "Analectos" de Confúcio, com tradução e notas de Carlos Morais José.
- "Mêncio" de Meng Zi, com tradução e notas de Ana Maria Saldanha.

A apresentação da sessão será realizada por Carlos Morais José e Ana Maria Saldanha, em língua Portuguesa. Com tradução simultânea para Mandarim.
As obras vão estar à venda na Galeria da FRC durante o evento.
A entrada é livre.
Não perca!


Lex Mercatoria
18-01-2024
A Fundação Rui Cunha apresenta amanhã, quinta-feira, dia 18 de Janeiro às 18:30, o lançamento do livro “Lex Mercatoria: Estudos em Homenagem ao Professor Augusto Teixeira Garcia”, que reúne textos de vários autores, com coordenação de Tong Io Cheng, Director da Faculdade de Direito da Universidade de Macau, e dos professores Hugo Duarte Fonseca e Ma Zhe como coordenadores adjuntos. O livro foi publicado pela Associação de Estudos de Legislação e Jurisprudência de Macau, através da editora Almedina.

A obra compila diversos estudos em homenagem ao Professor Augusto Teixeira Garcia, na altura da sua jubilação, assinalando a sua carreira académica, que marcou várias gerações de alunos na Faculdade de Direito da Universidade de Macau. Os autores envolvidos no projecto são Alexandre de Soveral Martins, Almeida Machava, Anabela Miranda Rodrigues, António Pedro Pinto Monteiro, António Pinto Monteiro, Filipe Cassiano dos Santos, Hugo M. R. Duarte Fonseca, João Ilhão Moreira, Joaquim Adelino, J. M. Coutinho de Abreu, Jorge A. F. Godinho, Luís Pessanha, Ma Zhe, Mafalda Miranda Barbosa, Manuel Porto e Victor Calvete, Manuel Trigo, Miguel Ângelo Loureiro Manero de Lemos, Miguel Quental, M. P. Ramaswamy, Paula Nunes Correia, Paulo Canelas de Castro, Paulo de Tarso Domingues, Rostam J. Neuwirth, Salvatore Mancuso, Teresa Lancry A. S. Robalo, Tong Io Cheng, Ma Zhe e Vera Lúcia Raposo.

Augusto Teixeira Garcia é docente da Faculdade de Direito da Universidade de Macau, desde 1990/1991, tendo leccionado as disciplinas de Direito do Trabalho e Direito Comercial I e II. Coordenou, a convite do então Secretário Adjunto para a Justiça de Macau, Jorge Silveira, um grupo de trabalho que elaborou o Código Comercial de Macau, aprovado em 2 de Agosto de 1999.

O Professor Teixeira Garcia exerceu o cargo de subdirector da Faculdade de Direito da UM até Junho de 2023, quando atingiu o limite de idade, e é Mestre em Direito, na área de Ciências Jurídico-Empresariais, com a tese intitulada “OPA – Da Oferta Pública de Aquisição e seu Regime Jurídico”, publicada pela Coimbra Editora.

A apresentação da obra será realizada por Tong Io Cheng, Augusto Teixeira Garcia, Miguel Quental, Hugo Duarte Fonseca e Ma Zhe.

A sessão decorrerá em português, com entrada livre.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!


The New Gaming Concessions: One Year On
15-01-2024
The Rui Cunha Foundation presents today, Monday, January 15th at 6:30pm, a conference entitled “The New Gaming Concessions: One Year On”, inserted on the MBtv Business Series at FRC Gallery.

One year into the new gaming concessions, the citys core industry has undergone a robust post-pandemic recovery. The Macau gaming industry has entered a new era marked by heightened supervision and a strong emphasis on the mass market, non-gaming, and diversification. What are the main takeaways and what comes next?

The inaugural edition of FRC / MBtv Debates in 2024 will feature a distinguished panel of experts to answer these questions and advise on the next challenges. Guest speakers are Davis Fong, Director of the Institute for the Study of Commercial Gaming at the Faculty of Business Administration of University of Macau; Rui Pinto Proença, Managing Partner of MdME; Niall Murray, Chairman of Murray International (Macau) Co. Ltd.; and José I. Duarte, Economist and Macau Business Magazine Senior Analyst.

The session will be moderated by the Director of Macau Business and Macau News Agency, José Carlos Matias.

This conference will be held in English and broadcast live on the FRC and MBtv Facebook pages.

Admission is free.
Don’t miss it!
For Macau, Further and Higher!


Estágio e Desenvolvimento Profissional na Área Chinês-Português
11-01-2024
A FRC participou no “Fórum Temático sobre o Estágio e Desenvolvimento Profissional na Área Chinês-Português”, que é uma das actividades do Dia Aberto da UPM 2024. A convite da Universidade Politécnica de Macau, Filipa Guadalupe, Coordenadora-Geral do Centro de Reflexão, Estudo e Difusão do Direito de Macau (CRED-DM) da Fundação Rui Cunha, abordou a importância da formação de mais quadros qualificados bilingues na sociedade activa local, uma necessidade que a FRC tem apoiado ao longo dos anos, desempenhando um papel como ponte na área jurídica e proporcionando oportunidades de estágio aos alunos dos Cursos de Línguas e Tradução da UPM.
FRC | Universidade Politécnica de Macau organiza Fórum Temático sobre o Estágio e Desenvolvimento Profissional na Área Chinês-Português | Notícia do Gabinete de Comunicação Social do Governo da RAEM de 11.01.2024


Construir o Século XX: Oseo Acconci e a sua Arquitectura
06-12-2023
POSTER-FB
O Centro de Investigação DOCOMOMO Macau tem o prazer de convidar para a palestra "Construir o Século XX - Um Italiano em Macau: Oseo Acconci e a sua Arquitectura nas décadas de 1950 e 1960" apresentada por Jane Lei. Junte-se a nós no dia 6 de Dezembro, pelas 18h30, na Fundação Rui Cunha, localizada na Avenida da Praia Grande, 749, GF, Macau.

Jane Lei, Doutorada em Belas Artes pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau (MUST), conduziu um projecto de investigação inovador sobre a esquecida história da arte de Macau entre as décadas de 1950 e 1980, centrado em Oseo Acconci e na sua época. O seu trabalho centra-se em questões cruciais como mudanças urbanas de Macau, a sua história e as comunidades marginalizadas. Lei foi também membro fundador da Stone Commune e do Art Space of Old Ladies House - mais tarde conhecido como Ox Warehouse - e tem desde então exercido diversas funções, desde curadora e artista até administradora de uma livraria independente, sendo actualmente artista freelance. Fundou recentemente a Lighthouse Publishing Co., Ltd., com foco na publicação e distribuição de livros de humanidades e artes.

A palestra "Construir o Século XX - Um Italiano em Macau: Oseo Acconci e a sua Arquitectura nas décadas de 1950 e 1960" investiga as multifacetadas contribuições artísticas de Oseo Acconci, artista italiano que chegou a Macau no início do século XX e deixou uma indelével marca na paisagem artística e arquitectónica da cidade. Centrando-se nos períodos mais dinâmicos das décadas de 1950 e 1960, que provaram ser o apogeu da carreira de Acconci, a discussão navega pelos seus papéis como escultor, pintor, arquitecto e empreiteiro, enfatizando a raridade de tal diversidade na história da arte de Macau.

O legado de Oseo Acconci manifesta-se num espectro de obras abrangendo esculturas, murais e projectos arquitectónicos, proporcionando um ponto de referência e contexto distintos nos anais da história da arte de Macau. Notavelmente, as suas criações durante a era de desenvolvimento urbano do pós-guerra incorporam o espírito de artesanato e inovação, deixando um impacto duradouro na paisagem urbana em evolução.

Apesar do seu papel fundamental em projectos de obras públicas, incluindo estruturas icónicas como a Fonte da Praça do Leal Senado, blocos para funcionários públicos e da polícia, juntamente com muitos outros edifícios governamentais, Acconci permanece comparativamente obscurecido nas sombras dos seus contemporâneos. Esta apresentação procura ressuscitar o seu legado, lançando luz sobre a proeza arquitectónica incorporada nas suas criações e as suas qualidades modernistas, bem como o significado cultural das suas obras.

A palestra ressalta os desafios de documentar as contribuições de Acconci devido à falta de registros abrangentes e à natureza controversa ou destruída de algumas de suas obras nos últimos anos. Ao abordar estas lacunas na narrativa histórica, a apresentação pretende oferecer uma compreensão matizada da influência de Oseo Acconci no património artístico e arquitectónico de Macau, enriquecendo o discurso sobre a evolução cultural da cidade.

Este cativante evento insere-se no ciclo de palestras "Construir o Século XX", organizado pela DOCOMOMO Macau. A série começou no ano passado com a Palestra Chui Tai Kei, seguida deste ano por “José Maneiras: A visão do arquitecto” e “Construir o Século XX - Raúl Chorão Ramalho e a Escola Pedro Nolasco: Síntese de uma Obra Universal com Memória Cultural". Aguardamos ansiosamente a sua presença.
CONSULTE TODOS OS DESTAQUES
Novo Lançamento de Livro
Site by omsite.com