Destaques: Eventos, Publicações e Actualizações Jurídicas

Doctoral Talks in City
13-06-2024
“Doctoral Talks in City” a series of talks promoted by the USJ Doctoral School in collaboration with the Rui Cunha Foundation
Title: UNESCO MIL CITIES: a citizen-centred development paradigm.
Speaker: Felipe Chibas Ortiz, PhD. Associate Professor at PROLAM (Latin American Integration Program) at the University of São Paulo (USP); International Co-Leader of the UNESCO MIL ALLIANCE Innovation Group; Coordinator of the CRIARCOMC - International Research Group (Creativity, Innovation, Communication, Marketing and Cities) at USP.
Moderator: Professor Adérito Fernandes-Marcos, Dean of the USJ Doctoral School.
Abstract:
In 2018, UNESCO launched the Media Information Literacy or MIL Cities paradigm. This new paradigm is an evolution or has synergies with the previous ones of smart, resilient, creative, educational, healthy, and sustainable cities, among others. It aims to integrate emerging digital technologies innovatively and ethically with the needs of municipalities, neighborhoods and organizations and their diversity, always striving to increase the populations media and information literacy, placing the individual at the center through formal and non-formal education in understanding this new hybrid reality (physical and digital) that is being built in an accelerated and somewhat chaotic way.
MIL Cities aims to promote more humane urban spaces built from the participatory management of their leaders and citizens through integrating data and social sciences. It uses indicators and metrics that facilitate daily transdisciplinary practices that integrate digital platforms and urban spaces in a participatory way. To contribute to this new understanding, it is necessary to act consciously, focusing on the unprecedented mixed society built, considering the leading role played by communication, information, and digital platforms.
This lecture will cover the main concepts of the Media and Information Literacy approach and its evolution into the MIL Cities paradigm while presenting some concrete cases of MIL scenarios being implemented worldwide.

Informação Adicional se quiserem juntar:
The Doctoral School of the University of Saint Joseph (USJ), created in July 2023, is a unique academic unit as it operates as an umbrella school to centrally manage the Doctoral Programme in its nine specializations (Global Studies, History, Religious Studies, Education, Psychology, Business Administration, Government Studies, Information Systems, and Science) and postdoctoral research. This is achieved through close collaboration with the USJ faculties, schools, and institutes where doctoral candidates and postdoctoral fellows conduct their research.
The USJ Doctoral Programme fosters a multidisciplinary, interdisciplinary (and aims to be transdisciplinary) research environment, integrating the natural, social, and health sciences disciplines in a humanities context while transcending each disciplines traditional boundaries to resolve real-world and complex problems by providing different perspectives on problems to reach holistic descriptive answers to comprehensive research questions
Redes Diplomáticas
30-05-2024
O Semanário bilingue PLATAFORMA e a Fundação Rui Cunha, realizarão, na sede da Fundação, de 27 a 30 de Maio, às 18:30, um ciclo especial de Plataforma Talks, o qual visa assinalar e celebrar o décimo aniversário deste Jornal.

Com o mote Redes para a internacionalização de Macau, um conjunto de ilustres convidados abordarão diferentes experiências e perspectivas, dentro de cada uma das suas áreas de especialização.

Na quinta-feira, dia 30 de Maio, encerraremos a nossa semana da melhor maneira, falando sobre Redes Diplomáticas. Para esta sessão contaremos com a presença do Senhor Cônsul-Geral de Portugal em Macau e Hong Kong Alexandre Leitão e Danilo Henriques, Secretário- Adjunto, Fórum Macau.

A todos os ilustres oradores que muito gentilmente aceitaram o convite para partilharem com a cidade experiências e reflexões sobre a criação de redes para a afirmação internacional de Macau, o nosso muito obrigado.

A moderar as quatro sessões estarão os directores do PLATAFORMA, Paulo Rego e Guilherme Rego.

A diversificação económica, por mais sucesso que tenha, não alterará dramaticamente o peso do Jogo no PIB de Macau. Mas pode - e deve - mudar significativamente o perfil do emprego, e a relevância nacional e internacional; para além da cultura de exigência digna de uma sociedade de serviços moderna, ágil, competente e global.

Este é o ADN do PLATAFORMA, que desde a sua primeira edição defende o bilinguismo, a livre circulação de pessoas, a massa crítica estrangeira - e do Continente – a diversificação económica, flexibilidade na atribuição de Bilhetes de Identidade de Residente... como pilares do projecto lusófono e da afirmação internacional de Macau, ao mesmo tempo que se deverá promover uma sociedade de serviços multicultural, multilingue, flexível e competente, capaz de criar redes institucionais e profissionais que liguem China e Lusofonia; Oriente e Ocidente.

Todas as sessões terão entrada livre e serão realizadas em língua inglesa, excepto a sessão realizada no dia 28 de Maio, a qual será realizada em cantonense e português, com interpretação simultânea.

Junte-se a nós nesta celebração dos 10 anos do PLATAFORMA, na Fundação Rui Cunha.

Contamos com a presença de TODOS!
Redes Universitárias
29-05-2024
O Semanário bilingue PLATAFORMA e a Fundação Rui Cunha, realizarão, na sede da Fundação, de 27 a 30 de Maio, às 18:30, um ciclo especial de Plataforma Talks, o qual visa assinalar e celebrar o décimo aniversário deste Jornal.

Com o mote Redes para a internacionalização de Macau, um conjunto de ilustres convidados abordarão diferentes experiências e perspectivas, dentro de cada uma das suas áreas de especialização.

Quarta-feira, dia 29 de Maio, falaremos sobre Redes Universitárias com Ages Lam, Directora do Centro de Estudos de Macau e Priscilla Roberts, Professora de História e Cultura na USJ – Universidade de São José.

A todos os ilustres oradores que muito gentilmente aceitaram o convite para partilharem com a cidade experiências e reflexões sobre a criação de redes para a afirmação internacional de Macau, o nosso muito obrigado.

A moderar as quatro sessões estarão os directores do PLATAFORMA, Paulo Rego e Guilherme Rego.

A diversificação económica, por mais sucesso que tenha, não alterará dramaticamente o peso do Jogo no PIB de Macau. Mas pode - e deve - mudar significativamente o perfil do emprego, e a relevância nacional e internacional; para além da cultura de exigência digna de uma sociedade de serviços moderna, ágil, competente e global.

Este é o ADN do PLATAFORMA, que desde a sua primeira edição defende o bilinguismo, a livre circulação de pessoas, a massa crítica estrangeira - e do Continente – a diversificação económica, flexibilidade na atribuição de Bilhetes de Identidade de Residente... como pilares do projecto lusófono e da afirmação internacional de Macau, ao mesmo tempo que se deverá promover uma sociedade de serviços multicultural, multilingue, flexível e competente, capaz de criar redes institucionais e profissionais que liguem China e Lusofonia; Oriente e Ocidente.

Todas as sessões terão entrada livre e serão realizadas em língua inglesa, excepto a sessão realizada no dia 28 de Maio, a qual será realizada em cantonense e português, com interpretação simultânea.

Junte-se a nós nesta celebração dos 10 anos do PLATAFORMA, na Fundação Rui Cunha.

Contamos com a presença de TODOS!
Redes Bancárias
28-05-2024
O Semanário bilingue PLATAFORMA e a Fundação Rui Cunha, realizarão, na sede da Fundação, de 27 a 30 de Maio, às 18:30, um ciclo especial de Plataforma Talks, o qual visa assinalar e celebrar o décimo aniversário deste Jornal.

Com o mote Redes para a internacionalização de Macau, um conjunto de ilustres convidados abordarão diferentes experiências e perspectivas, dentro de cada uma das suas áreas de especialização.

Na terça-feira, dia 28 de Maio, será a vez das Redes Bancárias, as quais terão como oradores convidados Carlos Cid Álvares, CEO Banco Nacional Ultramarino e Ip Sio Kai, vice-presidente BOC Macau e Deputado.

A todos os ilustres oradores que muito gentilmente aceitaram o convite para partilharem com a cidade experiências e reflexões sobre a criação de redes para a afirmação internacional de Macau, o nosso muito obrigado.

A moderar as quatro sessões estarão os directores do PLATAFORMA, Paulo Rego e Guilherme Rego.

A diversificação económica, por mais sucesso que tenha, não alterará dramaticamente o peso do Jogo no PIB de Macau. Mas pode - e deve - mudar significativamente o perfil do emprego, e a relevância nacional e internacional; para além da cultura de exigência digna de uma sociedade de serviços moderna, ágil, competente e global.

Este é o ADN do PLATAFORMA, que desde a sua primeira edição defende o bilinguismo, a livre circulação de pessoas, a massa crítica estrangeira - e do Continente – a diversificação económica, flexibilidade na atribuição de Bilhetes de Identidade de Residente... como pilares do projecto lusófono e da afirmação internacional de Macau, ao mesmo tempo que se deverá promover uma sociedade de serviços multicultural, multilingue, flexível e competente, capaz de criar redes institucionais e profissionais que liguem China e Lusofonia; Oriente e Ocidente.

Todas as sessões terão entrada livre e serão realizadas em língua inglesa, excepto a sessão realizada no dia 28 de Maio, a qual será realizada em cantonense e português, com interpretação simultânea.

Junte-se a nós nesta celebração dos 10 anos do PLATAFORMA, na Fundação Rui Cunha.

Contamos com a presença de TODOS!
Redes Jurídicas
27-05-2024
O Semanário bilingue PLATAFORMA e a Fundação Rui Cunha, realizarão, na sede da Fundação, de 27 a 30 de Maio, às 18:30, um ciclo especial de Plataforma Talks, o qual visa assinalar e celebrar o décimo aniversário deste Jornal.

Com o mote Redes para a internacionalização de Macau, um conjunto de ilustres convidados abordarão diferentes experiências e perspectivas, dentro de cada uma das suas áreas de especialização.

Neste sentido, a conferência inaugural será realizada segunda-feira, dia 27 de Maio, com a temática Redes Jurídicas. Como oradores convidados contaremos com a participação de Frederico Rato, sócio fundador da LEKTOU e Oriana Pun, Sócia PCC Lawyers.

A todos os ilustres oradores que muito gentilmente aceitaram o convite para partilharem com a cidade experiências e reflexões sobre a criação de redes para a afirmação internacional de Macau, o nosso muito obrigado.

A moderar as quatro sessões estarão os directores do PLATAFORMA, Paulo Rego e Guilherme Rego.

A diversificação económica, por mais sucesso que tenha, não alterará dramaticamente o peso do Jogo no PIB de Macau. Mas pode - e deve - mudar significativamente o perfil do emprego, e a relevância nacional e internacional; para além da cultura de exigência digna de uma sociedade de serviços moderna, ágil, competente e global.

Este é o ADN do PLATAFORMA, que desde a sua primeira edição defende o bilinguismo, a livre circulação de pessoas, a massa crítica estrangeira - e do Continente – a diversificação económica, flexibilidade na atribuição de Bilhetes de Identidade de Residente... como pilares do projecto lusófono e da afirmação internacional de Macau, ao mesmo tempo que se deverá promover uma sociedade de serviços multicultural, multilingue, flexível e competente, capaz de criar redes institucionais e profissionais que liguem China e Lusofonia; Oriente e Ocidente.

Todas as sessões terão entrada livre e serão realizadas em língua inglesa, excepto a sessão realizada no dia 28 de Maio, a qual será realizada em cantonense e português, com interpretação simultânea.

Junte-se a nós nesta celebração dos 10 anos do PLATAFORMA, na Fundação Rui Cunha.

Contamos com a presença de TODOS!
Mapeando a China e Mapeando o Mundo
16-05-2024
A Fundação Rui Cunha apresenta amanhã, quinta-feira, dia 16 de Maio às 19:00 horas, uma conferência intitulada "Mapeando a China e Mapeando o Mundo", inserida no Ciclo de Palestras Públicas de História e Património, que resulta de uma parceria regular entre a FRC e USJ – Departamento de História e Património da Universidade de São José, em Macau.

Marco Caboara, Professor Sénior de História da Cartografia e História da Ciência na Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong (HKUST), será o orador convidado desta palestra, tendo sido até recentemente curador da colecção de mapas ocidentais antigos da China na Biblioteca da HKUST.

Nesta palestra, o orador falará sobre a influência mútua dos mapas europeus e ocidentais na criação dos primeiros mapas europeus da China e dos primeiros mapas chineses do Mundo, com foco no mapa de Ricci de 1602. O autor apresentará a sua monografia “Regnum Chinae: The Printed Western Maps of China to 1735”, publicada recentemente pela editora europeia Brill, bem como pesquisas recentes, suas e de outros, reflectidas no volume “Remapping the World from East Asia: Towards a Global History of the ‘Ricci Maps’”, publicado pela University of Hawaii Press em Fevereiro de 2024.

Marco Caboara cresceu em Génova, Itália, «cidade onde a prisão que viu Marco Polo escrever o seu “Il Milione” fica a uma curta caminhada da casa de Cristóvão Colombo», segundo a sua biografia, razão pela qual «cultivou desde cedo um interesse por viagens e, especialmente, pela relação entre a Europa e a China».

Estudou História, Linguística e Chinês na Scuola Normale Superiore de Pisa, na Universidade de Pequim e na City University de Hong Kong, e fez o doutoramento na Universidade de Washington, Seattle, com um estudo sobre as características linguísticas dos manuscritos clássicos de bambu chineses. Recentemente, concluiu a carto-bibliografia abrangente dos mapas ocidentais da China de 1580 a 1735, publicada pela Brill, e está agora a trabalhar com manuscritos chineses e mapas impressos produzidos durante o mesmo período.

A palestra será apresentada em língua inglesa com duração de 1 hora e meia.

A entrada é livre.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!
Seminário de Filantropia Corporativa
14-05-2024

A Fundação Rui Cunha apresenta hoje, terça-feira, dia 14 de Maio às 18:30, um "Seminário de Filantropia Corporativa", que reúne em Fórum Público a Faculdade de Administração e Direito da Universidade de São José (USJ-FBL), o Instituto Ricci de Macau (MRI) e a revista Macau Business (MB), co-organizadores do evento.

O seminário será apresentado pelo Director da MRI, Prof. Fr. Stephan Rothlin, S.J., que acaba de publicar o livro "Corporate Philanthropy in China and Beyond" (World Scientific Press, Singapura, Abril de 2024) onde explora o tema da nova Lei de Caridade na China e compara diferentes abordagens de redução da pobreza e filantropia corporativa entre a China e a Europa.

Os palestrantes convidados para este seminário são os vencedores do Primeiro Prémio Deignan de Empreendedorismo Responsável (DARE) 2022-2023 e os parceiros da comunicação social para evento: Loh Seow Yuen (SY), Directora Administrativa da MSS Recruitment, Rui Pedro Cunha, Director Geral da C&C Lawyers, e José Carlos Matias, Director da Macau Business.

A conversa será moderada pela Professora Jenny Phillips, Reitora da Faculdade de Administração e Direito da USJ, que consuzirá os intervenientes à partilha dos valores que orientam as ações filantrópicas das suas organizações. Um ponto importante da primeira ronda do Prémio Deignan para Empreendedorismo Responsável foi, justamente, o facto de, no meio da crise da pandemia, ter sido assegurada uma ajuda eficiente e fiável através de pequenas e médias empresas inovadoras. O foco do Fórum não é, portanto, apenas uma apresentação de diferentes empresas e fundações, mas sim entender como as suas competências e conhecimentos de gestão podem ser cruciais para ajudar indivíduos e grupos inteiros marginalizados quando enfrentam crises graves.

No encerramento do seminário, o Professor Fr. Rothlin S.J. apresentará os pontos distintivos do Prémio Deignan de Empreendedorismo Responsável (DARE) 2024, que se baseia nos 15 valores fundamentais defendidos pelo Pe. Alfred Deignan S.J. com forte foco na Filantropia Corporativa. Em diferentes fóruns, Stephan Rothlin S.J., que está envolvido na ética empresarial em Macau e na China desde 1998, explicou que o tema foi escolhido porque a primeira ronda do prémio documentou claramente o grande impacto das pequenas e médias empresas junto da população mais carecida.

O DARE2024 terá início oficialmente em 20 de Maio de 2024 com um evento de lançamento organizado pelo co-organizador do DARE, a Woo Fu Social Enterprise em Hong Kong. O DARE2024 é um concurso para pequenas e médias empresas em Macau e Hong Kong, que visa promover práticas empresariais responsáveis e sustentáveis e documentar como os principais valores confucionistas e cristãos podem ser desenvolvidos num mercado mais competitivo.

Informação sobro o DARE pode ser encontrado no website: https://www.deignanaward.org/

Esta sessão será realizada em inglês.

A entrada é livre.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!


De Pequenino se Torce o Pepino: Literatura Infantil
04-05-2024
A Fundação Rui Cunha apresenta amanhã, sábado, dia 4 de Maio às 10:30 da manhã, uma sessão intitulada “De Pequenino se Torce o Pepino: Literatura Infantil”, no âmbito do ciclo Conversas sobre o Livro, co-organizada pela Associação dos Amigos do Livro em Macau, o Instituto Internacional de Macau e as Edições Mandarina, para comemorar o “Dia da Leitura Conjunta em Toda a Cidade de Macau”.

A FRC resolveu tomar por tema, este ano, a “Literatura Infantil” e intitular a sessão (em chinês) com um provérbio de saber popular –《八定八十》–, que imprime imutabilidade à personalidade humana, dos oito aos oitenta anos de idade. O mesmo aconteceu com a escolha do provérbio que está na base do título em português.

Segundo o médico e escritor Shee Vá, em representação da Associação dos Amigos do Livro em Macau, «ler faz bem à saúde porque exercita a imaginação e a criatividade, além de enriquecer o vocabulário que contribui para a fluência da linguagem escrita e falada. Estes benefícios adquirem maior valor se cultivados na infância. É uma época fértil que fará germinar a boa semente que for lançada à terra».

Nesta manhã de leituras, iremos perceber junto das crianças quais as histórias da sua preferência e porque sentem prazer em ler. E já que «o livro infantil abarca diversos temas e formatos, teremos a opinião balizada da pediatra Filomena McGuire e da escritora e editora Catarina Mesquita, que trarão luz à floresta das folhas que compõem uma leitura», refere o também moderador desta sessão.

O evento pretende ser uma agradável partilha de experiências, onde «António Monteiro recordará os Jogos e Brincadeiras de Macau que o seu avô José J. Monteiro perpetuou em livro, para que a aragem do tempo não os fizesse desaparecer das ruas de Macau». E, porque sonhar faz parte do Homem (criança ou adulto), Sara Augusto e Shee Vá empreenderão uma viagem pela fantasia da poesia.

Convidamos todo o público a trazer um ou mais livros e que nos leia um excerto ou troque por outro do seu agrado.

A conversa será realizada em português, chinês e, eventualmente, em inglês, conforme os participantes e as leituras sugeridas.

A entrada é livre.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!
O Futuro das BigTech
02-05-2024
A Fundação Rui Cunha apresenta hoje, quinta-feira, dia 2 de Maio às 18:30, uma sessão do ciclo Roda de Ideias, intitulada “The Future(s) of BIG TECH”, que terá como orador convidado o Prof. Sandro Mendonça do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, recentemente nomeado como Fellow Economist da Comissão Europeia em Bruxelas, em 2024.

De passagem por Macau, o reputado economista volta a prestigiar a FRC com mais uma palestra, agora sobre o poder e a regulação das grandes empresas tecnológicas, depois de ter estado na Galeria em Abril de 2023 para falar sobre “A Mudança nas Comunicações: Do 5G à IA através das Plataformas Digitais”.

«As Big Tech vieram para ficar. Mas elas não são empresas que consigam estar paradas, têm fome de inovação. Em termos de I&D (Investigação e Desenvolvimento), as cinco principais Big Tech dos EUA gastam num único ano mais do dobro daquilo que a UE-27, por um período de sete anos, se comprometeu colectivamente com o Horizonte Europa», adianta Sandro Mendonça.

«As grandes empresas tecnológicas aproveitam as infra-estruturas em nuvem, os modelos de negócio das plataformas digitais e, cada vez mais, as tecnologias de Inteligência Artificial, para captar áreas de mercado em expansão e alcançar um desempenho superior». Só há um senão, é óbvio que «estes titãs económicos não são na Europa». Estamos a falar de marcas como a Apple, Amazon, Facebook (Meta), Google (Alphabet), e Microsoft, ou seja, as mais prósperas e influentes dos EUA e do mundo. Com outros gigantes internacionais a aproximarem-se, como a Alibaba, a Tencent, etc.

Surge assim um conjunto de questões para as quais se procuram respostas: qual será o papel da Europa, numa economia totalmente orientada para o mercado? Serão as soluções convencionais, como a regulamentação e a política de concorrência, suficientes para lidar com as repercussões? «Será altura de passarmos à fase pós-neoliberal e de nos envolvermos num activismo industrial informacional do tipo disruptivo? Ou, pelo contrário, será que o incremento da descentralização empresarial resolverá quaisquer falhas temporárias de competitividade e governação europeias?», irá tentar responder Sandro Mendonça, o investigador e académico que coordenou o relatório ‘The Futures of Big Tech’ para a Comissão Europeia (Directorate-General for Research and Innovation), publicado em 2024.

Esta sessão será realizada em inglês.

A entrada é livre.
Não perca!
Por Macau, Mais e Melhor!

CV:
https://ciencia.iscte-iul.pt/authors/sandro-miguel-ferreira-mendonca/cv
Dietas para combater a obesidade
25-04-2024
A Fundação Rui Cunha apresenta na quinta-feira, dia 25 de Abril às 18:30, uma palestra subordinado ao tema “Dietas para combater a obesidade - mitos e estratégias”. A sessão terá como oradora Prof. Dra. Paula Freitas.

Acerca deste tópico “Dietas para combater a obesidade - mitos e estratégias”, vou apenas elencar 4 pontos. Teremos oportunidade para discutir muitos outros na minha apresentação.

1. Uma pessoa com pré-obesidade ou obesidade, ou até superobesidade, a primeira coisa que tem de saber e perceber é que a obesidade é uma DOENÇA CRÓNICA complexa, multifatorial, recidivante e que, qualquer intervenção a curto prazo, correta ou incorreta, não terá impacto a longo prazo e está votada ao insucesso, se a sua estratégia não for a modificação do estilo de vida de uma forma permanente.

Mas, muitas vezes, quem quer fazer as dietas ditas “rápidas” são pessoas que olham para o problema sob o prisma do aspeto estético e deve ter em atenção que a pré-obesidade e obesidade, não são problemas de cosmética, mas sim DOENÇAS CRÓNICAS com impacto na saúde, qualidade de vida e mortalidade.

2. É de primordial importância que a pessoa com obesidade defina e tenha metas realistas no tratamento da obesidade. Caso contrário, ficará frustrada, desistirá e não perderá peso. A incongruência entre a perda de peso desejado, de forma rápida e com uma “dieta rápida”, e a realidade, pode levar à interrupção de comportamentos saudáveis necessários, de forma prolongada e duradoira, para uma saudável perda de peso. Ou seja, nas DIETAS RELÂMPAGO: A PRESSA É INIMIGA DA PERFEIÇÃO.

3. Qual é a “melhor dieta”? Esta é a pergunta de 1 milhão de dólares. Existem inúmeras dietas: pobres em hidratos de carbono (hipoglícidas); ricas em proteínas (hiperproteicas); pobres em gorduras (hipolipidicas); mediterrânica, atlântica, nórdica vegetariana, vegan, DASH, jejum intermitente, etc, etc. A escolha do tipo de dieta deve ser individualizada de acordo com a idade, as doenças que a pessoa possa ter (por exemplo, doença cardiovascular, diabetes ou colesterol aumentado), o estilo de vida (fisicamente ativo ou inativo), entre outras.

4. Faça escolhas saudáveis todos os dias. Isto é o mais importante. E, só com conhecimentos e informações fidedignas é que as pessoas podem diariamente fazer escolhas livremente saudáveis. Há que pôr fim aos mitos e às confabulações sobre dietas miraculosas. Devemos fazer escolhas alimentares saudáveis todos os dias e praticar exercício físico regularmente. Só deste modo, teremos uma vida saudável.



Prof. Dra. Paula Freitas

Assistente Graduada no Serviço de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo do Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ), Porto.
Professora Auxiliar da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
Membro do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S).
Presidente da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade (SPEO).
Coordenadora de Endocrinologia do Centro de Elevada Diferenciação do Tratamento Cirúrgico da Obesidade do CHUSJ.
Coordenadora de Endocrinologia do Hospital CUF Porto.
Editora Chefe da Revista Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo, órgão oficial da Sociedade Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo, da SPEO e da Sociedade Portuguesa de Osteoporose e Doenças Ósseas Metabólicas.
A entrada é livre.

Não perca!

Por Macau, Mais e Melhor!
| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | >>
Site by omsite.com