| |


Ver Mais
Zine.Photo
19-05-2020
A Fundação Rui Cunha realizará na próxima terça-feira, dia 19 de Maio, às 18h30, a sessão pública de lançamento do novo Projecto “Zine. Photo”, da autoria de João Miguel Barros.

“Zine.Photo” não é um livro ou uma revista comum.

Também não é um “zine” tradicional, pois é feito em bom papel, com um design cuidado e uma exigente impressão em offset.

“Zine.Photo” é, em edição limitada, um projecto de autor que apenas pretende contar histórias através de imagens a preto e branco.

João Miguel Barros e Mica Costa-Grande compartilharão com todos os presentes, as histórias por trás das imagens, numa conversa aberta sobre experiências, quotidianos de vida e futuros com esperança, captados de forma sublime pela lente dos próprios oradores.

A moderação ficará a cargo de Ricardo Pinto.

A ilustrar o lançamento do Projecto Zine, estará patente na Fundação Rui Cunha, de 20 a 30 de Macau, o projecto Photo Stories.

Uma simples imagem captura um momento, decisivo ou não.

Uma série de imagens, assente numa narrativa específica, pode ambicionar a ir mais além: mostrar que há histórias que nos questionam e podem dar dimensão humana às nossas interrogações e incertezas.

“Photo Stories” é um projecto em construção, que alinha na ideia simples de mostrar um mundo habitado por pessoas...

João Miguel Barros, é advogado de profissão, em Macau e Lisboa.

Em 2017 começou a expor o seu trabalho fotográfico, com exposições individuais no “Creative Macau - Centro de Indústrias Criativas”, Macau (2017), no “Museu Colecção Berardo”, Centro Cultural de Belém, Lisboa, Portugal (2018), no “Macau Contemporary Art Center Navy Yard nº 1 ”, Gabinete de Assuntos Culturais da RAE de Macau (2019) e no Albergue Macau (2019)

Recentemente, começou a publicar "histórias em preto e branco" no Zine.Photo (www.zine.photo).

Participou, igualmente, em várias exposições colectivas.

João Miguel Barros é, ainda, curador freelancer em fotografia contemporânea, tendo já organizado várias exposições de fotografia em Portugal.

Esta sessão será proferida em língua portuguesa, com interpretação simultânea para cantonês e mandarim.

A Entrada é livre, mas sujeita a limite, em virtude do cumprimento das medidas sanitárias regulamentares em vigor.

Contamos consigo!

Por Macau, mais e melhor!


Ver Mais
Vamos Desconfinar. Saúde Pública – Opções Privadas – 2020.05.13
07-05-2020
Saúde Pública – Opções Privadas
13 de Maio, pelas 17h00 (Macau) – 10h00 (Lisboa e Luanda)

Webinar coorganizado pela Fundação Rui Cunha e Jornal Plataforma

Médicos convidados:
Mónica Pon – Médica Interna, Centro Hospitalar Conde São Januário, Macau;
Luis Bernardino – Médico Pediatra, Angola;
Mário Freitas – Médico Especialista, Saúde Pública, Delegado Saúde de Braga, Portugal.
Moderador: Paulo Rego

A Fundação Rui Cunha e o Jornal Plataforma realizam, na próxima quarta-feira, dia 13 de Maio, pelas 17h00 (Macau) – 10h00 (Lisboa e Luanda); um Webinar sobre saúde pública inserido no ciclo de conferências Conversas Digitais.
Com o fim deste longo e penoso período de confinamento forçado, o mundo vai, vagarosamente, emergindo para uma nova realidade, suportada na experiência empírica do dia-a-dia de todos nós, sem descurar a manutenção da saúde pública e sobrevivência dos respetivos serviços nacionais de saúde, ao mesmo tempo que a humanidade torce em uníssono para a descoberta da tão almejada vacina.
Timidamente, cada país vai desenhando os seus próprios planos de desconfinamento, de forma a minimizar os danos sanitários e relançar a economia.

A par do distanciamento social e da utilização massificada de mascaras, em muitos locais de forma obrigatória, testes de diagnóstico em massa, quarentena para casos positivos e monitorização daqueles que estiveram em contacto com os infetados, são apenas algumas das medidas adotadas um pouco por toda a parte.
Replicar exemplos bem-sucedidos, é, na prática, o que todos mais queremos.
Num tempo em que muito se fala em alternar períodos de confinamento e de abertura até 2022,

Vamos Desconfinar. Saúde Pública – Opções Privadas, é, pois, o mote para uma conversa digital, entre as 17h e as 18h30, a qual contará com os seguintes oradores:
Mónica Pon – Médica Interna, Centro Hospitalar Conde São Januário, Macau;
Luis Bernardino – Médico Pediatra, Angola;
Mário Freitas – Médico Especialista, Saúde Pública, Delegado Saúde de Braga, Portugal.
Como moderador, contaremos com a participação de Paulo Rego, Jornalista e Diretor-Geral do Plataforma, marca que publica um semanário bilingue em Macau e gere um site em Português, Chinês e inglês com audiências espalhadas por todo o mundo lusófono (www.plataformamedia.com)

Este Webinar será realizado através da Plataforma Zoom, sendo necessária inscrição prévia através do link

https://zoom.us/webinar/register/WN_BJsJDKBlR9yC45fs9Y2yFg

Esta valência encontra-se disponível para 500 registos, aferidos por ordem de registo.
NOTA: O webinar será realizado em português, com dois canais áudio disponíveis, em mandarim e cantonês. Para aceder à interpretação em tempo real, deverá escolher como língua a bandeira chinesa para o mandarim ou a bandeira inglesa para o cantonês, uma vez que o programa Zoom não permite outras opções.

São todos muito bem-vindos a este espaço virtual da Fundação Rui Cunha e Jornal Plataforma.
REGISTE-SE E PARTICIPE.


Ver Mais
MACAU’S GAMING INDUSTRY BEYOND COVID-19
09-04-2020
RUI CUNHA FOUNDATION
CREDDM Webinar
Digital Talks
April 15th, 6pm GMT+8

This webinar is open to public on our FRC Facebook page.
The speeches will be delivered in English.
For registration and certificate

https://zoom.us/webinar/register/WN_0KQZFNXCTey_2ZrZneBfVA

A Fundação Rui Cunha realizará, na próxima quarta-feira, dia 15 de Abril, pelas 18h00, o seu primeiro CREDDM webinar, inserido no novo ciclo de conferências Conversas Digitais.
Após um longo período de suspensão das suas actividades, devido à crise pandémica Covid19, é com imenso gosto que a Fundação volta ao contacto com toda a comunidade, utilizando para isso os novos canais de comunicação à distância.
Para esta primeira sessão, e porque Macau é a nossa casa, nada melhor que abordar um tema que, directa ou indirectamente, a todos afecta: a indústria do Jogo.
A crise pandémica provocada pelo Covid 19, ademais de uma gravíssima crise sanitária, veio afectar por completo, a vida pessoal e os negócios de todos a uma escala global sem precedentes.
Macau e o seu principal motor económico, o jogo e o turismo não foram excepção.
À medida que a cidade vai emergindo, procurando os melhores caminhos para um futuro próximo, muitos são aqueles que se questionam acerca do “novo normal” que despontará quando a crise terminar.
Responsabilidade Social Corporativa e Sustentabilidade são palavras-chave rumo à tão almejada recuperação económica.

Macau’s Gaming Industry beyond Covid 19 é, pois, o mote para uma conversa digital, entre as 18h e as 20h, a qual contará com os seguintes oradores:
Carlos Noronha, Professor Associado da Universidade de Macau, Vice-Chairman do Conselho Executivo do Instituto de Responsabilidade Social Corporativa de Macau na Grande China;
Alidad Tash, Estratega, Director Geral da 2nt8 Limitada, Macau;
Oscar Alberto Madureira, Advogado na Lektou, Notários e Advogados, Macau
Como moderador, contaremos com a participação de José Carlos Matias, Jornalista e Presidente da Associação de Imprensa em português e inglês de Macau.

À semelhança das conferências presenciais, também este webinar terá uma sessão de perguntas e respostas, mediante inscrição prévia através do link (https://zoom.us/webinar/register/WN_0KQZFNXCTey_2ZrZneBfVA).
Esta valência encontra-se disponível para os 100 primeiros registos.
Todos os restantes poderão assistir ao webinar em directo na página da Fundação no Facebook.
Este webinar será realizado em língua inglesa.
São todos bem-vindos a este novo espaço virtual da Fundação Rui Cunha.

Por Macau, Mais e Melhor!
Fundação Rui Cunha Suspende Actividades
07-02-2020
A Fundação Rui Cunha informa que a programação regular de eventos se encontra temporariamente suspensa, por decisão da Administração perante o cenário de potencial surto epidemiológico por infecção do coronavírus (2019-nCoV), com origem em inícios de Janeiro na província chinesa de Wuhan.

Com vista a minimizar o impacto de novas ocorrências, e enquanto não é possível prever a evolução do surto já declarado pela Organização Mundial de Saúde como emergência global de saúde pública, a Fundação entendeu seguir a recomendação e o exemplo do Governo da RAEM encerrando até nova data a sua Galeria e a sua Biblioteca bem como o suspender de todas as acções culturais e as actividades programadas pelo Centro de Reflexão e Estudo do Direito de Macau (CREDDM) e pelo Centro de Educação da Fundação Rui Cunha (CEFRC).

A gravidade da situação e a preocupação com a saúde da população de Macau é motivo bastante para que todos os esforços sejam envidados, no sentido de minimizar a possibilidade de contágio em espaços públicos e contribuir de forma responsável e institucional para a rápida contenção e controlo da situação.

A Fundação faz votos de regressar o mais breve possível ao convívio de todos e deseja aos colaboradores, parceiros e amigos que se mantenham com saúde e atentos às informações veiculadas pelas autoridades sanitárias do território.

Tomem cuidado e fiquem em segurança.

Por Macau, mais e melhor.


Ver Mais
CANCELADO - Curso de Formação - Direito do Jogo - 2020.03.09
06-02-2020
DIREITO DO JOGO - Jogos de Fortuna ou Azar

Formador: Jorge Goldinho – Doutor e Mestre em Direito.
Duração: 10 horas
Datas: 9, 10, 11, 12 de Março 2020
Inscrição: 1800 MOP

Apresentação: Introducção ao Direito do Jogo, Contratos de Jogo -tipologias, Os Jogos de Fortuna ou Azar, Concessões de Jogos de Fortuna ou Azar, Promotores de Jogo, Crédito para Jogo

Destinatários: Todos os interessados
Inscrições e Informações - Fundação Rui Cunha, R/C (10h13h – 14h30-18h30)

Nota: 25 vagas por ordem de inscrição


Ver Mais
Serões com História
15-01-2020
A Fundação Rui Cunha, através do CRED-DM e a Associação dos Antigos Alunos da Escola Comercial “Pedro Nolasco” (AAAEC), realizarão no próximo dia 15 de Janeiro, Quarta-feira, às 18h30, na Fundação Rui Cunha a primeira conversa de 2020 intitulada “Encontros e Desencontros”, protagonizada por Beatriz Basto da Silva.
Durante esta sessão a oradora debruçar-se-á sobre os contributos étnicos e culturais que já estão estudados, assim como os que ainda se encontram por estudar, no contexto da população de Macau.

Uma vez mais, iremos falar sobre a identidade Macaense.
Beatriz Basto da Silva foi professora de História do Ensino Secundário tendo também sido nomeada para ensinar a cadeira de História de Macau no Centro de Formação de Magistrados.
Pertenceu, a convite do Governo de Macau, à Comissão Territorial para a Comemoração dos Descobrimentos Portugueses.
Foi deputada da V Legislatura da Assembleia Legislativa de Macau e integrou o Conselho de Gestão da Fundação Macau, situação em que se reformou da Função Pública.
Conhecida investigadora da História deste Território; tem várias obras publicadas e conferências proferidas, além de vasta colaboração dispersa por revistas culturais do Território e de Portugal.

Cumprindo o formato habitual destes Serões com Histórias, a nossa convidada partilhará eventos e factos curiosos, proporcionando, esperamos nós, agradáveis momentos de convívio e diálogo entre todo o público presente.
A sessão será moderada José Basto da Silva, actual presidente da Associação.
A sessão será em língua portuguesa.

A Entrada é livre.
Contamos Consigo!
Por Macau Mais e Melhor!


Ver Mais
Justiça Restaurativa vs Lei de Prevenção e Repressão dos Crimes de Terrorismo
05-12-2019
Realizar-se-á no próximo dia 05 de Dezembro, Quinta-feira, às 18h30 na Fundação Rui Cunha, a conferência Justiça Restaurativa vs Lei de Prevenção e repressão dos crimes de terrorismo
Esta conferência, organizada pelo CRED-DM – Centro de Reflexão, Estudo e Difusão do Direito de Macau da Fundação Rui Cunha, terá como oradoras convidadas as Senhoras Professoras Li Zhe e Teresa Lancry Robalo, ambas docentes na Faculdade de Direito da Universidade de Macau.
A Lei de Prevenção e repressão dos crimes de terrorismo foi aprovada em 2006 e alterada 2017, por via da Lei n.º 3/2017.
É importante esclarecer não apenas sobre qual o bem jurídico acautelado pelas normas incriminadoras nela contidas, como igualmente analisar as soluções nela vertidas, nomeadamente a que se prende com o financiamento ao terrorismo.
Nesta sessão apreciar-se-á o que deve ser entendido por Justiça Restaurativa, a qual costuma estar associada à mediação penal, aos family group conferences e aos circle sentencing.
Correntemente, não faltam na doutrina sugestões que passam pela sua colocação em prática aquando do cumprimento da pena de prisão, nomeadamente através dos victim impact panels.
Debater-se-á, ainda, da viabilidade de tais modelos quando estejam em causa crimes que afectam toda a comunidade, como sejam precisamente os crimes de terrorismo.
Estão todos convidados a aparecer e a partilhar também as vossas opiniões, dúvidas e reflexões.
A conferência será realizada em língua portuguesa e chinesa com interpretação simultânea.
A entrada é livre.
Por Macau, Mais e Melhor!


Ver Mais
Sena e Sophia - Duas décadas de Amizade
27-11-2019
A Fundação Rui Cunha e a Associação Amigos do Livro em Macau, realizarão no próximo dia 27 de novembro, pelas 18:30, na sede da Fundação, uma sessão evocativa do centenário do poeta, ensaísta e dramaturgo português Jorge de Sena.
Nesta sessão, em que haverá uma breve apresentação da vida e obra do escritor, serão apresentados excertos da correspondência trocada ao longo dos anos do exílio, entre Jorge de Sena e Sophia de Mello Breyner Andersen, de quem se comemora igualmente este ano o centenário do nascimento.
A apresentação estará a cargo de Ana Paula Dias e as leituras dramatizadas das cartas, um retrato vivo do que foram os anos de 1960, 70 em Portugal, serão levadas a cabo por Liliana Miguel Pires e Pedro D’Alte.
A sessão será realizada em língua portuguesa, sem interpretação simultânea.
Entrada Livre!
Não Perca!
Por Macau, Mais e Melhor!


Ver Mais
Diálogos Interculturais, Goa, Diu e Sri Lanka em foco
25-11-2019
A Fundação Rui Cunha em parceria com a Universidade de Macau - Centro de Investigação e Estudos Luso-Asiáticos (CIELA), do Departamento de Português realizarão no próximo dia 25 de Novembro de 2019, às 18h30, na sede da Fundação Rui Cunha, a palestra Diálogos Interculturais, Goa, Diu e Sri Lanka em foco.
A sessão consistirá em duas apresentações de facetas do diálogo entre influências culturais múltiplas no Índico, especificamente em Goa, Diu e no Sri Lanka.
Essas influências tocam no património imaterial, tal como sistemas sociais, canção e dança, e material, nas facetas de arquitectura, arte e artesanato.
As apresentações estarão a cargo do Dr. Mahesh Radhakrishnan, etnomusicólogo e antropolólogo linguístico, da Faculdade de Arqueologia e Antropologia da Universidade Nacional da Austrália.
Desde 2017 tem integrado a equipe de pesquisa da Fac. de Letras da Universidade de Lisboa que leva a cabo uma extensa documentação da fala e das tradições orais e musicais das comunidades descendentes de portugueses na costa leste do Sri Lanka.
A sua prestação nesta sessão versará acerca dos vestígios da tradição luso-asiática nos domínios da dança, música e letras ainda mantidas pelas referidas comunidades.
O segundo palestrante, Prof. Pedro Sobral Pombo, com Doutoramento em Antropologia pelo ISCTE, Lisboa, é presentemente professor na Universidade de Goa. A sua pesquisa cobre as áreas de arte e linguística antropológica no que concerna as influências cruzadas entre Moçambique, Tanzânia, a costa ocidental da Índia (especialmente Goa e Diu) e a Ásia Oriental.
A sua prestação nesta sessão versará essencialmente sobre os cruzamentos de influências culturais entre a costa de África Oriental e as comunidades da costa ocidental da Índia.
Os palestrantes, que vão também levar a cabo apresentações a estudantes na Universidade de Macau nos dias 25, 26 e 27, foram convidados por aquela instituição, através do Centro de Investigação e Estudos Luso-Asiáticos (CIELA), do Departamento de Português. As suas apresentações integram a linha de divulgação que o Centro promove de temas relacionados com a língua portuguesa e as culturas influenciadas por uma matriz portuguesa na Ásia.
A presente colaboração com a Fundação Rui Cunha vem na continuidade de anteriores eventos conjuntos que pretendem trazer o conhecimento e o debate sobre tais pesquisas para um público mais alargado.
A sessão será moderada pelo Professor Mário Pinharanda Nunes, Departamento de português do Centro Investigação Estudos Luso Asiáticos, da Universidade de Macau.
A conferência será proferida em língua portuguesa e inglesa, sem interpretação simultânea.
A Entrada é livre. Contamos Consigo! Por Macau Mais e Melhor!


Ver Mais
Apostar Na Cidadania Corporativa
20-11-2019
Pensar o Futuro dos Actuais Contratos de (sub)concessão e os Contratos de Concessão no Futuro
(Apresentação do ebook – Fundação Rui Cunha – 20/11/2019, 18h30)

http://ebooks-creddm.org/

A Fundação Rui Cunha apresenta, no próximo dia 20 de Novembro de 2019, às 18h30, a obra, Apostar na cidadania corporativa. Pensar o futuro dos actuais contratos de (sub)concessão e os contratos de concessão no futuro, versão em língua inglesa e portuguesa.
De autoria de Sofia Pinto Ribeiro, a obra (tese de mestrado) inicialmente dedicada ao tema do futuro das actuais concessões de jogo - na recta final dos contratos vigentes - pensou o tema à luz da ideia de que a cidade, tão profundamente transformada em virtude da hegemonia desta indústria, pode ser melhorada, no sentido de ser mais humanizada, mais acessível, mais inclusiva, mais orientada para a comunidade.
A tese de mestrado ora impressa, historiando a indústria do jogo em Macau e as intervenções urbanísticas na cidade desde longa data – bem como o enquadramento legal do urbanismo -, visa reflectir não apenas sobre o futuro possível das actuais concessões, como sobre o modo como estas - ou outras que as substituam -, podem contribuir para a cidade de que tanto beneficiam
Esta obra é uma edição CRED-DM – Centro de Reflexão, Estudo e Difusão do Direito de Macau, Fundação Rui Cunha, integrada na colecção Teses, sendo publicada em versão bilingue (inglês e português), encontrando-se disponível, exclusivamente, em formato digital (ebook) – www.creddm.org/publicações/vendaonline.
Sofia Pinto Ribeiro é licenciada em Direito pela Universidade de Coimbra e Mestre em Direito Internacional e Comparado pela Universidade de Macau, cidade em que viveu na década de 80 e para a qual voltou no ano de 2012, notando-lhe profundas diferenças, o que acabou a influenciar o tema da sua tese de mestrado.
Em Macau, desempenhou funções como assessora jurídica no Gabinete do Reitor da Universidade de Macau, até Dezembro de 2018, altura em que regressou a Portugal.
A Apresentação do livro ficará a cargo de Ana Paula Barros, Directora do Gabinete Jurídico dos Jogos da Santa Casa da Misericordia de Lisboa – 1997/2012.
A sessão será realizada na Fundação Rui Cunha e contará, igualmente, com a presença da Autora.
Este evento será realizado em português.
Contamos com a presença de todos! Entrada Livre.
Por Macau, Mais e Melhor!
CONSULTE TODOS OS DESTAQUES
Agenda Jurídica 2020
Site by omsite.com